Cultura e Tradições Chinesas

A mulher e seus ciclos: A feiticeira

Publicado por Flavia Macedo Parente em 22/11/2017 às 16h21

Após a ovulação o folículo vazio se fecha e forma o corpo lúteo ou amarelo e inicia a produção de progesterona, esta produção vai aumentando gradativamente até a chegada da menstruação, a função da progesterona é manter a camada interna do útero, o endométrio, vascularizada à espera do embrião. Não ocorrendo à fecundação do óvulo a produção de progesterona cai e a menstruação acontece.

Na Medicina Chinesa é momento de transformação, momento de mudança do Yin em Yang, no círculo do Tao é quando o yin, lado escuro do círculo, se transforma em Yang, lado claro, a regência agora acontece pelo Yang do corpo, pela força de vida, vontade de viver, momento em que o corpo acredita em uma fecundação e usa todo seu poder para propiciar e manter esta gravidez, o Verão, a temperatura do seu corpo está maior, espera-se por vida, caso a fecundação não ocorra o corpo se prepara novamente para o Outono, o recolhimento, a menstruação.

Na verdade seu corpo, mesmo antes da menstruação, sabe que a fecundação não ocorreu, nesse período ele sabe que toda a preparação foi em vão e inicia a espera para a fase da morte e renascimento (menstruação, lua...), inicia-se a interiorização, a mulher se torna consciente de seu poder, conectada, ela se empodera de todas as fases pela qual passou em seu ciclo, o renascimento do último ciclo, a menina cheia de vida, a mulher desejando criar, nesse momento sua sexualidade se torna poderosa, ela sabe de seu poder, a bruxa Anciã se aproxima, a feiticeira, forte e decidida, também intolerante. Seus insights e percepções estão aguçados.

Este momento do ciclo relaciona-se com a anciã, a menopausa, a forma como você se relaciona com a semana pré menstrual demonstra como você se relacionará com você mesma após o encerramento dos seus ciclos, a intolerância leve, a insatisfação são esperadas, seu corpo se preparou para uma fecundação que não aconteceu, mas se você tem grandes desafios em sua fase feiticeira, se sua TPM dificulta sua vida, mude, agora é o momento de mudar sua anciã que está dentro de você se formando e se preparando para quando a hora dela chegar, agora é a hora de mudar, conscientize-se, conecte-se, empodere-se, esse é o caminho para que sua vida melhore, este é o caminho para o auto conhecimento, cure-se, você tem a chave, só você pode!

Até a próxima

Flavia

Categoria: Cultura e Tradições Chinesas, Medicina Tradicional Chinesa
Comentários (0)

A mulher e seus ciclos: A mãe

Publicado por Flavia Macedo Parente em 10/11/2017 às 15h07


A ovulação acontece com um pico de produção de dois hormônios, o LH (hormônio luteinizante) e o FSH (Hormônio Folículo-estimulante) gerados por uma alta concentração de estrógeno e o folículo com aproximadamente 20 mm. Neste momento o óvulo está pronto e o endométrio preparado para receber o embrião caso ocorra à fecundação.

Para a Medicina Chinesa esse é um momento de plenitude do Mar de Sangue, que dessa forma pode receber a influência do elemento Fogo, através do órgão energético coração, esta conexão acontece por um caminho exclusivo chamado Bao Mai, dentre as funções do elemento fogo estão à harmonização hormonal e o equilíbrio mente-corpo-alma, ou seja, para que a ovulação aconteça é importante que a conexão entre o corpo e o espírito estejam livres.  Para a Medicina Chinesa o coração exerce influencia direta sobre os ovários, proporcionando berço sustentável para que o processo ocorra de maneira sadia, sendo assim neste momento, a cada mês nós estamos em poder de uma harmonização das conexões hormonais juntamente com estrutura mental para solidificar a formação de uma nova vida.

Nesta fase a mulher perde o senso de “eu” ao se preparar para nutrir, cuidar e amar no papel de mãe, sua aura irradia amor e harmonia, tornando-se o ápice de sua inteligência emocional, sua sexualidade se mostra em partilha, comunhão, a união com o outro para gerar o fruto, sua autoestima eleva-se, seu corpo se arredonda, torna-se apta ao amor, geradora e produtiva.

Importante momento para fortalecer sua energia de nutrição, o Sangue, a fim de dar material para que o endométrio permaneça receptivo ao embrião - alimentando-se de maneira equilibrada; cuidar de sua base o Yin, para que seu corpo permaneça apto à fertilidade recepcionando os espermatozoides amorosamente - equilibrando tempo de repouso e trabalho, respeitando horário de sono; manter sua energia circulando de maneira suave e livre a fim de que ocorra a força yang necessária para que as tubas façam seu trabalho de captação do óvulo - mantendo seu corpo em movimento, recebendo massagens; manter a mente calma, fortalecendo a conexão entre o coração e os ovários - falando de suas emoções, respirando, meditando.

Linda e brilhante a fase de ovulação da mulher, linda e brilhante a fase mulher do ciclo menstrual...

Categoria: Cultura e Tradições Chinesas
Comentários (0)

A mulher e seus ciclos: A lua do sangue

Publicado por Flavia Macedo Parente em 18/10/2017 às 15h57

Nas próximas semanas vou fazer uma sequência de textos sobre cada fase dos ciclos femininos, como cada um se apresenta em nosso organismo, como estão relacionados com cada fase de nossas vidas. Empoderamento é a palavra que nos cerca quando nos conhecemos, quando temos consciência do nosso corpo, quero te convidar a mergulhar neste universo e se reconhecer e se reconectar.

O sangramento. Durante a menstruação, ocidentalmente, entendemos que é o momento em que na ausência de uma gravidez os níveis de estrógeno e progesterona caem e acontece a descamação do endométrio, tem duração variável, em torno de 5 dias.

Segundo a Medicina Chinesa é o momento Metal do ciclo feminino, o outono na mulher, recolhimento, um meridiano chamado mar de sangue esvazia-se para preparar o organismo novamente para um novo ciclo, para que todo este processo ocorra de maneira harmoniosa precisamos que o fluxo de energia esteja suave e que a mulher respeite o pedido de seu interior e se resguarde.

Morte e renascimento é como podemos compreender essa fase, também chamado como Lua, representa o fim de um ciclo para assim nascer o próximo, a mulher está em sua plenitude Yin, tais características promovem o recolhimento, a interiorização, como um aprofundamento do estado de consciência interior, as energias se tornam acolhedoras e intuitivas.

Durante seu sangramento não se deve estimular o sangue, assim a energia feminina de nutrição, recolhimento se faz presente, toda sua intuição está aflorada, use isso a seu favor, é o momento ideal para questionamento, percepções, aceitação, a mulher envolvida com ela mesma, quieta, cuidadora de si, curandeira de si, a descida do sangue é a grande representação do feminino, ocorre como se ele buscasse a Terra - nossa mãe, a aceitação, a comunhão deste momento aumenta esta conexão com a  Terra, com o que nos nutre, nos cuida, nossa casa.

Sua relação com a menstruação representa todos os momentos da sua vida em que é necessário morrer e nascer, momentos em que precisamos deixar para trás o que não nos pertence mais e gerar o novo, adaptabilidade, aceitação à mudança e compreensão de si são necessárias para passar pela menstruação sem peso, mesmas características necessárias para passar por situações da vida de forma leve e fluida.

Até a próxima

Flavia

Categoria: Cultura e Tradições Chinesas
Comentários (0)

Ser Mulher - A conexão com a sua vida

Publicado por Flavia Macedo Parente em 02/06/2017 às 14h06

mulher luaDaniel Goleman, autor de vários livros, diz em sua obra “O Foco” que as pessoas que tem uma percepção maior do seu corpo, indivíduos que são capazes de perceber sua respiração, seu batimento cardíaco, são pessoas que apresentam uma facilidade maior em “ouvir” suas intuições.

Quantas vezes ouvimos histórias sobre intuições, pressentimentos, às vezes até mesmo premunições das mulheres? A conexão que temos com nossos filhos, a sintonia com amigos, um coração apertado, aparentemente sem motivo, mas que tão logo se entende a origem... Nas culturas mais antigas a mulher mais velha da família sempre tem a última palavra, em civilizações antigas eram as mulheres as responsáveis por dizerem quando, o que e quanto plantar.

Como nos perdemos disso? Por que se tornou tão fácil encontrar mulheres inseguras, tristes, sozinhas, sem conseguir escolher um caminho para a própria vida, entregando muitas vezes responsabilidades de sua vida para terceiros? Por que? Hoje você dizer a uma mulher – Ouça o seu coração – parece um absurdo, esotérico, religioso, as mulheres procuram soluções prontas para seus desafios diários e muitas vezes não as encontram, inseguras de si mesmas, ficam sem saber o que fazer, procuram incansavelmente fora delas respostas que nunca vem, e assim, a cada dia mais e mais mulheres entram no grupo de inseguras, depressivas, abusadas, violentadas. Pensar ou decidir com o coração virou sinônimo de fraqueza, excesso de emoção, decisões irracionais. Onde está o nosso poder? Onde nos empoderamos de nossas vidas?

O autoconhecimento é o único caminho, se conhecer, se olhar, se entender! E ai, mais uma vez, quando falamos de autoconhecimento caímos novamente em ideias formatadas:

- Autoconhecimento? Terapia? Psicanálise?

Não, não estou falando nisso. Você se conhece? Conhece seu corpo? Conhece como você funciona em cada época do mês, em cada época do seu ciclo? A fisiologia da mulher é cíclica, o ciclo menstrual, a cada semana estamos de uma maneira, podemos reagir diferente diante das situações, entrar em contato com essas informações já pode gerar uma imensa mudança.

A menstruação, que hoje em dia, muitas vezes é vista como um problema, é nossa solução, compreender como ela funciona, como é nosso sangue, qual informação ela te traz, sim, informações, muitas informações estão contidas no seu ciclo, na sua TPM, no seu sangue! Acredite! Muitos de nossos desafios se solucionariam se soubéssemos em qual fase do ciclo nós estamos, como nos sentimos e como reagimos nesta fase às situações da vida, como cada fase do nosso ciclo se relaciona com as fases da Lua.

No olhar da Medicina Chinesa o útero está no centro do nosso corpo, é por onde tudo começa, meridianos especiais que nos promovem grande energia e força nascem dentro do útero ainda no período embrionário, assim nos conectar a ele nos proporciona lucidez e empoderamento. Dessa forma, saber quando estou mais sensível, mais dinâmica, mais recolhida, mais firme, mais disposta, enfim, me conhecendo melhor, consigo entrar em contato com minhas intuições, minha força, facilitando a vida no dia-dia.

Faça o teste, mergulhe nesse autoconhecimento, faça um diário de emoções e sensações físicas, você vai se surpreender como você funciona por ciclos, como se fossem ondas, a cada semana uma informação, um sentimento, uma fase da lua...

Até a próxima

Flavia Macedo Parente

Categoria: Cultura e Tradições Chinesas, Medicina Tradicional Chinesa
Comentários (0)

2017 - Ano do Galo de Fogo

Publicado por Flavia Macedo Parente em 28/01/2017 às 11h28

galo de fogoHoje 28 de janeiro de 2017, inicia-se um novo ano Chinês, ANO DO GALO DE FOGO,  o ano novo começa hoje e terminará em 15 de fevereiro de 2018. Sua contagem não acontece através do ciclo solar e sim a partir do ciclo lunar.

Galo será o signo dos que nascerem neste período, são suas características: pessoas que cumprem suas tarefas, geram um bravo combate ao defrontarem-se com adversidades, sempre ocupado, auto focado, é sensível e atencioso com os amigos, porém geralmente são os mais reservados do círculo social.

Será um ano repleto de coragem e honestidade, o fogo nos trás a ambição, o charme e a necessidade de reconhecimento, sendo assim 2017 será um ano aberto às novas ideias e oportunidades, cabe a nós aproveitá-las ou não, um bom ano para se dedicar a novos projetos e termos disciplina em sua realização.

2017 o Ano do Galo de Fogo nos promete, portanto, melhoras em nossas áreas profissionais e sociais, já que o galo é sempre um bom amigo. Abrace esta ideia, sinta a energia do Galo de Fogo e realize seus projetos, crie novos relacionamentos e oportunidades. A vibe é positiva!

 

Até a próxima!

Categoria: Cultura e Tradições Chinesas
Comentários (0)

Gravidez e Acupuntura

Publicado por Flavia Macedo Parente em 14/03/2014 às 09h45

gravidez e acupunturaA gravidez e a acupuntura, na verdade gravidez e as tradições chinesas, existem muitas histórias, crenças e hábitos chineses que envolvem a gravidez, na China antiga muitos ginecologistas chamavam alguns cuidados com a gestante de “Educação do Feto”, tais cuidados são baseados na crença de que a dieta materna, seu modo de vida e suas emoções afetam o feto. Assim cuidando de sua dieta e seu meio ambiente a gestante pode afetar o feto de maneira positiva. Sabemos que muitas destas orientações são impossíveis de serem seguidas nos tempos atuais e ainda estando no ocidente, mas a partir de um texto de Giovanni Maciocia, selecionei cuidados possíveis para nós deste lado do hemisfério.

Primeiro Mês

No primeiro mês de gravidez a futura mamãe deve preferir alimentos cozidos, nutritivos e de fácil digestão, é permitido ácidos, pelo desejo de algumas mulheres a este tipo de alimento, mas em pequenas quantidades, e a cevada é muito bem aceita neste período, faz o feto crescer. Sentindo-se fraca tome sopa de galinha caipira (galinha caipira é melhor mas qualquer uma já ajuda). Neste momento o feto é nutrido pelo meridiano do fígado, sendo bom evitar grandes emoções, e como a circulação neste momento está prejudicada pela mudança hormonal que ocorre o ideal é que se reduza a intensidade dos exercícios, evitando excessos e se não os faz, não é o momento de iniciar. Evitar choques climáticos o feto sente dor se a mãe recebe excesso de frio e medo se a mãe recebe excesso de calor.

Segundo Mês

Neste mês que é onde normalmente se descobre a gravidez, é interessante evitar alimentos irritantes, quentes e secos, bem como atividade sexual e trabalho excessivos. A nutrição do feto ocorre pelo meridiano de Vesícula Biliar. No segundo mês de gravidez o Qi Original (energia básica do ser humano) entra dentro do ser, assim é importante que a mãe execute coisas muito fáceis e redobre os cuidados com os perversos de frio e calor.

Terceiro Mês

Crença antiga chinesa “A forma do corpo e o sexo do feto ainda estão em mudança durante o 3º mês sob a influência dos estímulos externos (sobre a mãe). Se ela quiser um filho deve jogar dardos; se quiser uma filha deve lidar com a joalheria. Para ter uma criança bonita deve dirigir seus olhos para um lindo jade; para ter uma criança de bom coração deve passar seu tempo sentada calmamente, o quanto possível.” A nutrição ocorre pelo meridiano do Coração. Se tiver abdômen cheio, dor umbilical e sensação de carregar peso para baixo – tomar sopa de galo.

Quarto Mês

Neste período o feto absorve a essência dos rins maternos para formar os Xue Mai (vasos sanguíneos); a alimentação deve dar preferência ao arroz e peixe pois fortalecem o Qi (energia) e o Sangue fetal assim seus ouvidos e olhos ficam brilhantes e os meridianos livres de obstruções. A nutrição ocorre pelo meridiano de Triplo Aquecedor, os órgãos yang (Vesícula Biliar, Intestino Delgado, Triplo Aquecedor, Estômago, Intestino Grosso e Bexiga) são formados, a mãe deve manter-se calma e livre de choques emocionais principalmente durante este período da gravidez.

Quinto Mês

No quinto mês de gravidez, o feto recebe o Qi do Coração (materno) para estabelecer seu temperamento, assim a mãe necessita dormir o quanto for possível, banhe-se e troque suas roupas constantemente, para se sentir sempre leve e limpa, permaneça longe de estranhos, tome sol. Na alimentação deve preferir trigo, carne bovina e cordeiro e deve equilibrar alimentos doces com ácidos e alimentos amargos com salgados, a mãe não deve ficar nem com fome nem comer demais e deve ingerir alimentos secos. A nutrição do feto ocorre pelo meridiano do Baço; período onde os membros do feto são formados. Evitar calor excessivo e também terapias com calor.

Sexto Mês

Mês em que o feto recebe o Qi dos pulmões da mãe e seus tendões serão modelados indica-se exercícios leves, deve olhar cavalos e cachorros correndo assim os músculos e os tendões do fetos ficarão fortes, sua pele exuberante e suas costas firmes. A nutrição ocorre pelo meridiano do Estômago; a mãe deve comer doces mas não em excesso, com o aumento do movimento fetal a mãe pode perceber sensação de inquietude, ficar sentada e entrar em contato com a natureza ajuda a acalmar a mãe e o feto.

Sétimo Mês

Durante o sétimo mês a mãe passa ao feto se Qi essencial do Fígado, torna-se então necessário exercitar-se para encorajar a circulação do Qi e do Sangue movimentando suas articulações. Evitar contato com umidade, principalmente no local de dormir. Evitar alimentos frios e ingerir arroz. A nutrição ocorre pelo meridiano dos Pulmões e isso favorece, neste momento, o crescimento da pelo e dos cabelos. A mãe não deve falar em voz alta ou gritar e não deve usar roupas finas demais.

Oitavo mês

Mês em que o feto recebe o Qi essencial do Baço materno, a mãe deve evitar aborrecimentos emocionais e praticar respiração silenciosa para manter sua energia boa. A nutrição ocorre pelo meridiano do Intestino Grosso. A mãe deve evitar excesso de comida e ficar rancorosa. Cuide de flores.

Nono Mês

No nono mês o feto recebe a essência da Essência da mãe, todos os seus órgãos estão formados, a mãe deve ingerir alimentos doces, vestir roupas soltas e não viver em casas úmidas. A nutrição ocorre pelo meridiano do Rim. A respiração silenciosa pode ser uma terapia.

Décimo Mês

Todos os órgãos Yin (Fígado, Coração, Baço-Pâncreas, Pulmão e Rim) estão formados completamente e os órgãos Yang livres de obstruções. A mãe deve concentrar sua energia no Dan Tian (centro energético do corpo) que fica a 4 dedos abaixo do umbigo para promover o crescimento das articulações fetais e sua faculdade mental. “Quando o melão está maduro ele cai da planta” a mulher inicia o trabalho de parto. A nutrição ocorre pelo meridiano da Bexiga. Descanse o quanto possível.

Categoria: Cultura e Tradições Chinesas, Medicina Tradicional Chinesa
Comentários (1)

2014 - Ano do Cavalo de Madeira

Publicado por Flavia Macedo Parente em 21/12/2013 às 14h44

cavalo de madeira2014 – Ano do Cavalo de Madeira, trabalho, trabalho, trabalho, dentro do inconsciente coletivo existe uma forte representação do cavalo: grande aliado, parceiro no trabalho, companheiro de longas distâncias, amigo fiel, forte, intuitivo. Fica fácil assim compreender a energia que envolve este ano, além disso é também madeira, ou melhor Cavalo de Madeira, o elemento madeira representa o direcionamento, a ação, a impulsividade, a reatividade.

Nossa!!! Desta forma temos a nosso favor neste ano de 2014, mais precisamente, a partir de 31 de janeiro, segundo o calendário Chinês, a força unida ao direcionamento, o trabalho aliado a intuição, a disposição para percorrer grandes distâncias, a fidelidade aos ideais, ficando impossível não favorecer a criatividade. Uau, então poderemos finalmente colher os frutos porque força para o trabalho não nos faltará, mudaremos o que for necessário para chegarmos onde queremos. Sucesso, Sucesso, Sucesso!

E será que temos outras energias envolvidas neste ano? Fiz um levantamento rápido e vejam o que encontrei:

Segundo as religiões Afrodescendentes será um ano regido pela energia de São João Batista, então teremos um ano de justiça, de força de pensamento, poder de raciocínio, reforçada a Lei do retorno, direcionamento, poder de palavra. Respeito, honestidade e equilíbrio seriam as palavras de ordem de São João Batista.

A numerologia nos mostra que 2014 é um ano 7, número cabalístico que propicia ao conhecimento, espiritualidade e religiosidade. Na Astrologia será um ano regido por Júpiter, portanto importante nas questões relativas a expansão, crescimento, mente superior, fé, espiritualidade, contato com outras culturas, valores morais e éticos.

Em meu olhar um ano de muito trabalho, direcionado a minha evolução material e espiritual, com fé, intuição e dedicação saberei onde quero chegar e meus passos estarão direcionados a este destino, assim o sucesso será minha colheita!

Feliz Ano do Cavalo de Madeira!

Categoria: Cultura e Tradições Chinesas, Medicina Tradicional Chinesa
Comentários (1)

Sangue Bom! Mulher Feliz! TPM Longe!

Publicado por Flavia Macedo Parente em 23/04/2013 às 08h48

Sangue dentro da Medicina Chinesa é chamado de Xue e Xue é muito mais que sangue, ou seja, é uma energia que circula em nossos vasos e também nos meridianos e é capaz de levar informações nutricionais mas também informações emocionais, como nosso estado de espírito, o seu desequilíbrio pode causar a TPM.

Na fisiologia feminina este Xue é ainda mais importante, pois além de representar este próprio ainda representa a menstruação, a capacidade de engravidar e o aleitamento materno, sendo assim é muito importante à mulher manter seu Xue em bom estado. Mas como fazemos isso? Como otimizamos a saúde da mulher?

Dentro da acupuntura energética a produção, qualidade e distribuição do sangue envolve os órgãos energéticos Baço-Pâncreas, Fígado e Coração, principalmente, portanto nosso objetivo é manter estes órgãos saudáveis, Baço Pâncreas fica feliz com alimentos cozidos, baixas quantidades de açúcar e farinha refinada; o Fígado se alegra com alimentos verde-escuros, exercícios leves e grandes quantidades de sorrisos e perdão; o coração alegra-se facilmente com a alegria dos outros e uma pitada de bons momentos, uma tarde no parque, uma caminhada na praia, um escalda pés, um abraço.

A vida da mulher fica mais tranquila, seus objetivos mais facilmente alcançados, é mais fácil viver assim, sem depressão, sem ansiedades, vamos tentar?

Categoria: Cultura e Tradições Chinesas, Medicina Tradicional Chinesa
Comentários (1)

O equilíbrio da mente

Publicado por Flavia Macedo Parente em 27/03/2013 às 12h24

Dentro do diagnóstico da acupuntura energética, uma das síndromes mais comuns hoje em dia é a “Estagnação do Qi do Fígado”, porque este conjunto de sintomas são desencadeados por raiva, frustração, sensação de impotência, a acupuntura energética ajuda muito neste processo, porém é essencial a participação do paciente para que possamos juntos chegar em nosso objetivo.

Esta síndrome pode ser diagnóstico energético de várias patologias ocidentais, tais como fibromialgia, tendinites, depressão, síndrome do ovário policístico, tensão pré menstrual, infertilidade, menstruação atrasada. Dentro dos objetivos da acupuntura energética estão acalmar o fígado, serenar a mente, fazer circular o Qi estagnado.

Ao paciente cabe seguir orientação alimentar, tais como preferir alimentos verde escuros, evitar alimentos crus, evitar alimentos que produzam muco como leite, farinha branca e laticínios, praticar exercícios físicos e principalmente MANTER EQUILIBRADO SEU ESTADO EMOCIONAL, mas esta não é a causa da desarmonia? Pois é, daí a dificuldade de solução real. Várias dicas são importantes, fazer análise, receber massagem, conversar com um amigo, ter um hobbie.

Ontem li um texto com uma dica simples e até mesmo antiga diante de nossos olhos modernos: FAÇA UM DIÁRIO. Relatar todos os dias os acontecimentos diários nos ajuda a sair do centro do problema e olhar de outro ângulo a questão, e resolver o problema do outro não é sempre mais fácil? Outra coisa é que nos ajuda a perceber todos os dias o que vem acontecendo conosco, não permite que acumulemos emoções e situações ruins. Todo dia é dia de renovar, vale a pena tentar!

Categoria: Cultura e Tradições Chinesas, Medicina Tradicional Chinesa
Comentários (1)

Acupuntura Energética resolvendo a Menopausa

Publicado por Flavia Macedo Parente em 13/03/2013 às 14h34

A menopausa, como todas as fases de mudanças da mulher, é repleta de mitos e crenças. A menopausa, a gravidez, o parto, a primeira menstruação são momentos em que é possível prever alguns sintomas, porém é impossível determinar como será exatamente, isso porque a cada mulher cabe uma expressão, daí a importância da Acupuntura Energética com seu olhar individual a cada mulher.

Toda vez que precisamos apenas deixar os fatos acontecerem e esperar, entram em ação o nosso sistema de crenças para o determinado assunto, a menopausa é um desses. Aqui no Brasil as mulheres tem uma idéia ruim dos sintomas e da representação deste período, não posso mais ter filhos, estou seca... será que alguém vai me desejar? Qual a minha função agora? Me sinto como se tivesse deixado de ser mulher!

Na medicina chinesa temos três tesouros: Nossa essência ou nossa planta de vida (Jing), nossa energia (Qi) e nossa mente (shen). No sistema de crenças do povo chinês os idosos são respeitados e admirados, a idade avançada significa sabedoria de vida, portanto a menopausa é uma ponte para este momento. Nessa hora, podemos fazer uso de nossa experiência e o conhecimento acumulado durante a vida para nos expressarmos com mais autenticidade, firmes em direção ao amadurecimento.

Dores, calores, tristezas, ansiedades são realmente situações que podem ser enfrentadas durante este período e a acupuntura energética está aqui para apoiar e amenizar tais sintomas, mas é muito importante que a mulher brasileira passe a olhar de maneira diferente para esta fase tão rica.

Como a Acupuntura Energética utiliza uma série de tratamentos diferentes, como acupuntura, Jin Shin Jyutsu, florais de Bach, Auriculopuntura, Cristais Radiônicos, Bio-ressonância, Reike, Orientações alimentares e fitoterapia brasileira, com a rotina das sessões e algumas mudanças simples no dia a dia, a maioria das desarmonias são SOLUCIONADAS!

Categoria: Cultura e Tradições Chinesas, Medicina Tradicional Chinesa, Técnicas auxiliares
Comentários (0)

show normalcase tsN left fwR|show tsN left fwR|left fwR show|bsd b01|||news c10 fwB fsN|normalcase uppercase fwB c10|b01 c05 bsd|login news normalcase uppercase fwB c10|tsN normalcase uppercase c10 fwB|normalcase uppercase c10|content-inner||